Sinto-me tão só de mim,de nós...
Apenas este calor me convida a lembrar-te,a aquecer-me.
Por onde divagas o teu pesar?
Por onde te escondes de mim?
Esta areia fria ,desta praia deserta,onde enterro meus pés e deixo-me deambular na noite escura onde hoje não há luar,onde eu possa me esconder de mim propia.
Desejo-te ardentemente e abraço-me no vazio que ficou depois de teres partido...
Por onde devo eu caminhar agora?
Porque me deixei morrer no teu coração?

Aonde posso agora me reconfortar de um nada que ficou?
A agua fria deste mar que me salga os pés,outrora fora um oceano imenso de um prazer que ficou por descobrir...
E agora?
Para onde vou?
Se olho ao céu,de dia e já não te consigo encontrar...
Nem a noite tem o brilho que dantes tivera...
O que adormeci em mim,valera a pena?
Não quero respostas as minhas lamentações.
Quero o teu amor me invadindo e sentir de novo os teus lábios em meu ouvido sussurrando;

"Como gosto de ti..."
Enquanto não me permito esquecer-te...vou me esquecendo de mim...
E um dia quem sabe...nos voltaremos a encontrar...
...nesta praia....

3 comentários:

O Profeta disse... @ 6 de setembro de 2009 às 11:22

Uma jura de amor nasce do peito
O querer vestiu-se de exaltação
Um olhar prende um sorriso sincero
Duas mão procuram a união

Seguem juntos rumo ao infinito
Habitam o Templo da imaculada ternura
Nesta peça ninguém morre, acaba bem
As deixas são engalanadas pela formosura


Queres viajar no para sempre...?

Doce beijo

Miriam * disse... @ 8 de setembro de 2009 às 13:44

Jura de amor sentida e sincera =)


Beijinho e se gostou dos meus textinhos, historias, desabafos e pensamentos nao exite me se tornar meu seguidor ;)
Voltarei =)

Miriam*

Anónimo disse... @ 26 de setembro de 2009 às 13:01

Eu sinto...o q tu sentes...
Não me conheces,mas tenho o dom de entrar no intimo das pessoas...
No q escreves,falas de ti um pouco...
Sinto q amas...pois então luta por esses amor...e verás q vale a pena...
beijo

Enviar um comentário